terça-feira, 26 de maio de 2009

Cavalheiro de Paris

PessoALL,
 
Por falta de tempo, não consegui escrever nada sobre a minha visita a Cuba.
Mas vou escrever sobre uma curiosidade que vi nas ruas de Havana Velha.
Andando perto da básilica de São Fransisco de Asis, avistei uma interessante estátua.
Todas as pessoas ficavam tirando foto, alisando a barba, posando ao lado daquela estátua de bronze.
A pessoa eternizada naquela estátua era o Cavalheiro de Paris (El caballero de Paris).
Toda Havana conhecia aquela figura pelos anos de 1950.
Sempre usava roupas pretas, com uma capa também preta, em pleno verão Caribenho.
Dizem que ele era uma pessoa gentil, possuía uma boa lábia e sempre parava para conversar com todos que encontrava pela frente.
O nome verdadeiro do cavalheiro de Paris era José María López Lledín, nasceu em 30 de dezembro de 1899, na aldeia de Vilaseca, na Espanha.
Dizem que ele, antes de enloquecer, trabalhava em um restaurante de comida francesa. Onde ele falava que era o Rei do Restaurante, por isso começaram a chama-lo de "Cavalheiro de Paris".
Ele vivia como mendigo, indigente e ganhou fama falando que era um Cavalheiro de Paris.
Assim virou o vagabundo mais famoso de Cuba, quiça mundialmente.
Ficou tão famoso que ele não pagava mais para comer em qualquer restaurante da cidade.
Quando morreu, foi enterrado junto aos nobres, dentro da basilica de São Fransisco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Cadastrar Email

Sobre o Blog

Neste blog irei compartilhar as minhas experiências e observações. Os temas serão variados, mas com ênfase em tecnologia. Inscreva-se nos nossos canais para receber atualizações.